quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

Dicas de Viagem: Kawaguchiko

Viagem de 4 dias e 3 noites realizada entre os dias 29 de Dezembro de 2018 e 1º de Janeiro de 2019, durante o inverno do hemisfério norte.

Sobre o Destino

O lago Kawaguchi está localizado na fronteira de Fujikawaguchiko e Minobu, sul da província de Yamanashi e perto do Monte Fuji, no Japão. É o segundo maior dos cinco lagos do Fuji em termos de área de superfície, e está localizado na menor elevação.

Kawaguchiko também é um excelente destino quando você tem planos de subir o Monte Fuji, pois invariavelmente você terá que comutar através de sua Kawaguchiko Station para chegar ao acesso ao monte.

Quando ir? Kawaguchiko, como qualquer outro lugar do Japão, tem as quatro estações e em cada uma delas você pode aproveitar a beleza natural da região.
Fonte: Google Maps

Visto

Brasileiros precisam de um visto de turismo que vale por até 3 meses de estadia para visitar o Japão e custa algo como 97.00BRL para entrada simples. Se você não é brasileiro, verifique a necessidade de visto através dessa lista.

Como Chegar

Você vai encontrar os voos mais baratos de qualquer lugar do mundo para o Japão através do site da Kiwi, um incrível mecanismo de busca de voos. Saindo da Nagoya Station você pode pegar o Fujikyuko Bus as 7h10 e chegar à Kawaguchiko Station por volta da 11h30. A passagem ida e volta custa 7,200JPY.

Caso não queira passar 4 horas dentro de um ônibus, a opção é pegar uma combinação de shinkansen e ônibus, segue um exemplo (a duração total é de aproximadamente 4 horas e o valor a partir de 13,000JPY):
  1. Tokaido-Sanyo Shinkansen em direção a Tokyo descendo em Shin-Yokohama Station;
  2. Yokohama Line em direção a Hachioli descendo em Hachioji Station;
  3. Chuo Line-Limited Express em direção a Kofu descendo em Otsuki Station;
  4. Fujikyuko Line sentido Kawaguchiko descendo em Kawaguchiko.
Uma dica super econômica para quem está viajando pelo Japão: o Japan Rail Pass é um passe que permite que você viaje em shinkansen e na maioria dos trens, metrôs e ônibus do grupo JR por um período determinado (a partir de 7 dias ou múltiplos) com um desconto que vale a pena.

Também é possível chegar de trem, saindo de Nagoya, mas é uma alternativa mais cara e longa. O ideal é comprar as passagens com antecedência em épocas de alta procura (feriados e hanami).

Faça rapidamente sua pesquisa e reserva de voos por aqui:


Onde Ficar

Um hotel e um hostel foram escolhidos para essa viagem. A viagem foi planejada a apenas uma semana da virada do ano e não existiam muitas opções de hotel disponíveis. Além disso os valores das diárias estavam variando dia a dia (algo como a diária num dia por 70,000JPY e no dia seguinte por 20,000JPY no mesmo hotel), por isso que o hostel foi escolhido para passar a primeira noite e na sequência a mudança para o hotel.

O hostel escolhido para a chegada foi o Samurise North, agendado pelo Booking (localização), com diária de 12,000JPY no fim de semana do ano novo em quarto triplo e sem café da manhã, com uma vista parcial para o Monte Fuji. O blog não recomenda o hostel, a não ser que você não tenha uma melhor opção para ficar. O quarto triplo é grande e tem camas grandes, e o hostel está perto das atracões do lado norte do lado, porém o banheiro do quarto é sujo, o hostel não tem staff presencial e os aquecedores não dão conta do frio no inverno.

O hotel escolhido para a virada do ano foi Breezbay Lake Resort Kawaguchiko, agendado pelo Booking (localização), com diaria de 22,000JPY em quarto duplo twin com meia pensão incluída (café da manhã e jantar) e uma incrível vista para o lago. O staff do hotel, principalmente do restaurante, é muito amigável, os quartos são grandes e limpos e o hotel esta perto de restaurantes, cafés, mercados, do ropeway, do porto e a alguns minutos da Kawaguchiko Station.

O conteúdo do Blog do Papito é gratuito. Se você está satisfeito(a) com o que é oferecido, ajude-nos fazendo a pesquisa e reserva do seu hotel através do quadro abaixo.
[há mais conteúdo após o quadro]
Booking.com

Aluguel de Carro

Não foi necessário alugar carro nessa viagem, mas se o estilo da sua viagem requer um carro, não deixe de procurar as ofertas do RentalCars, que busca os carros mais baratos em diversas locadoras, exibindo todos os resultados em uma única interface.

Primeiro Dia

Se quiser tirar o máximo proveito da sua viagem e começar com grandes emoções, desça na Fujikyu Highland Station e deixe as malas no locker do Fuji-Q Highland (500JPY por locker grande).

O Fuji-Q Highland é um parque de diversões inaugurado em 1968 e conhecido mundialmente por ter algumas atracoes no livro dos recordes, como a Fujiyama, Do-Dodonpa, a Eejanaika e o Takabisha. A entrada é gratuita, desde 2018, caso você queira apenas passear. Se quiser ir a alguns dos brinquedos vale a pena comprar o passe livre por 5,700JPY (descontos podem ser pegos no vouchers distribuídos nos hotéis).
Dentro do Fuji-Q Highland também existe o Thomas Land, o primeiro parque de diversões do mundo baseado no desenho animado Thomas and Friends.

Almoce numa das diversas opções do parque. Caso queira algo mais requintado, você pode tentar uma das opções do Fuji-Q Highland Resort: o Fujiyama Terrace ou o Macaroni Club.

Apos a diversão no parque pegue um trem na Fuji-Q Station para Kawaguchiko Station - 2 min - 170JPY. Na sequencia pegue um táxi para o Samurise North, agendado pelo Agoda (localização), ao custo aproximado de 1,500JPY.

Jante no Houtou Fudou (localização), um restaurante local que serve uma comida característica da região. A porção é muito bem servida. Fica a uma caminhada de 5 minutos do hostel.

Após o jantar faca compras para café da manhã na Lawson (localização), que fica praticamente atras do restaurante. Lembre-se que não há café da manhã servido no hostel.

Algumas sugestões de restaurante para almoço/jantar durante a viagem:
Hotokura Funari Kawaguchiko (localização)
Izakaya High Spirits (localização)
Dino Diner (localização)
Sylvans (localização) (free shuttle bus de/para Kawaguchiko)

Segundo Dia

Após o café da manhã no hostel, faca check-out e deixe as malas no espaço reservado.

Na esquina oposta do hostel você encontrará o Kawaguchiko Music Forest Museum (localização), um museu muito bom sobre música, com algumas apresentações ao vivo. Atente-se para os horários de cada apresentação, pois algumas tem intervalo longos.
Depois da visita ao museu passeie pela orla do lago e tire as melhores fotos do Fuji de toda a região.

Terminando seu passeio a sugestão e chamar táxi pelo próprio Kawaguchiko Music Forest Museum e ir ao Breezbay, aproximadamente 1,500JPY.

Chegando antes das 15h00 ao hotel você poderá fazer check-in mas ainda não poderá subir para a acomodação. Deixe as malas la e aproveite para almoçar e passear nos arredores.

Bem perto dali você encontrará a italiana Pizzeria Onda (localização), com saborosas opções e bom serviço. Caso queira andar um pouco o Moose Hills Burger (localização) é uma boa pedida!

De sobremesa a recomendação é o Fujiyama Cookie (localização), praticamente na frente do hotel.

Aproveite esse tempo antes de se acomodar para fazer o cruzeiro Ensoilelle no lago Kawaguchi, 930JPY ou ticket combinado com o ropeway 1,400JPY, podendo usar quando quiser qualquer um deles. O cruzeiro dura algo como 50 minutos e vai até o outro lado do lago e depois retorna para o porto de saída.
Pegue um trem da Kawaguchiko Station para a Shimoyoshida Station - Fujikyuko Line em direção a Otsuki - 13 min. - 300JPY.

Caminhe aproximadamente 1km, com um ganho de altura de 84m, para chegar ao topo do Arakurayama Sengen Park (localização) e tirar a clássica e belíssima foto do Chureito Pagoda (localização) com o monte Fuji ao fundo, que fica mais bela ainda na época das sakuras.

Note que, para tirar essa fantástica foto, na época da sakura, é preciso esperar 2 horas na fila.
Crédito: Rodrigo Lozano
Para retornar pegue um trem na Shimoyoshida Station para a Kawaguchiko Station - Fujikyuko Line em direção a Kawaguchiko - 13 min. - 300JPY.

Finalmente se acomode no Breezbay Lake Resort Kawaguchiko.

Esparrame-se no farto jantar do hotel, com direito a 90 minutos de drink bar, incluindo uísques japoneses e cerveja Asahi.

Terceiro Dia

Apos o café da manhã, com a localização do hotel jogando a seu favor, chegue cedo (abre as 9h30) na fila do Mt. Fuji Panoramic Ropeway - 800JPY (ida e volta) caso não tenha comprado o ingresso combinado com o cruzeiro.

Lá em cima você vai encontrar uma vista fantástica do monte Fuji, uma trilha para o monte no qual o ropeway está, um restaurante e alguns shrines.
Descendo o teleférico, vai para a Kawaguchiko Station e pegue um ônibus para para Gotemba Station - Fujikyuko Bus - 1,150JPY (ida e volta por algo como 2,730JPY), viagem de 75 minutos.

Chegando à Gotemba Station (que tem lockers disponíveis), você precisa pegar um ônibus para o Fuji Safari - 760JPY (promoção round trip bus + tickets por 3,200JPY). Caso queira pegar um táxi, a viagem dura uns 20 minutos e custa algo como 4,300JPY.

Você pode optar por almoçar nos arreadores da Gotemba Station ou no Fuji Safari.

A entrada do Fuji Safari custa 2,700JPY + 1,300JPY (jungle car: 50min de duração).

Antes do começo do passeio o motorista vai dar explicações de como alimentar os ursos, os leões e os camelos/dromedários. Na sequência o passeio começa e é hora de admiração e diversão: ursos, leões, tigres, rinocerontes, elefantes, camelos, dromedários, veados, bisões e muito mais!
Para retornar do Fuji Safari para Gotemba Station, você pode pegar o ônibus - 760JPY, caso você não tenha comprado o pacote. Caso queira pegar um táxi será necessário agendar. Peço o número na recepção do Fuji Safari ou peça para eles ajudarem você no agendamento.

Chegando à Gotemba Station será necessário pegar outro ônibus para para Kawaguchiko Station - Fujikyuko Bus - 1,150JPY.

Chegando de volta à Kawaguchiko, aproveite o fim de tarde e curta um happy hour no Cafe and Dining Mono (localização).

O jantar fica por conta do hotel.

Uma coisa bacana de destacar é que no segundo andar, além do restaurante e do onsen, eles também oferecem salas de karaokê gratuitas e uma delas também tem um playroom para a criançada!

Quarto Dia

Após o café da manhã, faca check-out e deixe as malas no próprio hotel. Outra opção, caso não queira voltar para o hotel e facilitar sua mobilidade, e deixar as malas nos lockers grandes na Kawaguchiko Station, que custa 700JPY cada.

Pegue um ônibus - 2,500JPY (round trip bus + 1,000JPY de desconto para o lift ticket ou aluguel de equipamento) para o Fujiten Snow Resort.

Chegando ao Fujiten Snow Resort, uma estacão de esqui próxima ao monte Fuji, com pistas curtas e às vezes com neve artificial, compre o lift ticket por 4,000JPY (ou 3,000JPY se pegou o desconto do ônibus). O aluguel do equipamento de esqui ficar por 4,500JPY.

Se quiser deixar as crianças no Day Care da estacão, o valor e de 3,300JPY por um período de 3h.

Terminando seu dia de esqui, pegue o ônibus de volta para Kawaguchiko Station.

Se preferir um almoço mais tardio, ao lado da Kawaguchiko Station você vai encontrar o Tetsuyaki (localização).

Depois do almoço tome um cafe e coma um saboroso cheese cake no Cheese Cake Garden (localização), com vista para o lago.

O ônibus da Meitetsu para retornar para Nagoya sai as 17h00.

Dicas Extras

Se quiser conhecer os 5 lagos da região (Kawaguchiko, Saiko, Narusawa, Shojiko e Motosuko), você pode pegar um ônibus turístico (link) na estação Kawaguchiko que permite que você desça e suba nos ônibus da mesma linha várias vezes durante o dia, ao custo de 1,500JPY por adulto.
Faca uma boa viagem!


sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Dicas de Viagem: Hawaii - Oahu

Viagem de 8 dias e 7 noites realizada entre os dias 29 de Janeiro e 5 de Fevereiro de 2019, durante o Inverno no hemisfério norte.


Sobre o Destino

Oahu é uma ilha dos Estados Unidos no pacífico central, parte da cadeia de ilhas havaianas e lar da capital do estado, Honolulu.

Os destaques da cidade incluem a histórica Chinatown e o Punchbowl, uma cratera que virou cemitério.

Waikiki é uma área icônica de praia, restaurantes e vida noturna.

A oeste de Honolulu fica Pearl Harbor, local do ataque de 1941 da Segunda Guerra Mundial e sede do USS Arizona Memorial.
Fonte: Google Maps

Visto

Brasileiros precisam de um visto de turismo que vale por até 90 dias de estadia para visitar os Estados Unidos e custa 160.00USD. Se você não é brasileiro, verifique a necessidade de visto através dessa lista.

Também é necessário que o passaporte esteja válido por pelo menos 6 meses na entrada. O governo americano reforça que ter um visto não garante a entrada no país.

Como Chegar

Saindo de Osaka, na região central do Japão, é possível pegar um voo direto pela Fly Scoot, comprado pela Kiwi, a partir de 326.00USD (ida e volta) com duração de 7h cada perna, incluindo nos voos de ida e volta: refeições, escolha de assentos, franquia de 20kg de mala e taxa do cartão de crédito.

Faça rapidamente sua pesquisa e reserva de voos por aqui:


Aluguel de Carro

O carro foi alugado pelo RentalCars, que já era mais barata que a tarifa cobrada diretamente por qualquer locadora. A RentalCars busca os carros mais baratos em diversas locadoras, exibindo todos os resultados em uma única interface.

Para 6 diárias o Jeep Wrangler completo, incluindo capota removível para apreciar as estrelas à noite, ficou por 510.00USD e o local de recebimento e entrega é no próprio aeroporto. As locadoras oferecem free shuttle entre o terminal do aeroporto e o estacionamento dos carros.

Onde Ficar

O hotel escolhido para essa viagem foi Marriott's Ko Olina Beach Club, reservado pelo Booking, entre as inúmeras opções de unidades disponíveis para o mesmo resort. A diária ficou por 268.00USD em apartamento com vista para a montanha e sem café da manhã, mas com todas as taxas e impostos incluídos. Por sorte, durante a estadia do blog foi oferecido um upgrade para um apartamento com vista para o oceano no prédio mais próximo da praia.

Os critérios para escolha do hotel foram: estacionamento incluído, wi-fi incluído, piscina e na frente do mar.

Escolher uma propriedade em Oahu é bem difícil, dada a quantidade de taxas extras escondidas que no final devem ser adicionadas ao valor anunciado nos sites. Em alguns hotéis os estacionamentos custam 30.00USD pelo menos por dia, wi-fi 25.00USD por dia; além de taxas de limpezas, taxas do resort e impostos.

A praia privada do hotel é ideal para crianças, pois é rasa e praticamente não tem ondas.

O hotel oferece várias atividades diárias para crianças e adultos, além de aluguel gratuito de DVDs num totem no térreo de cada prédio.

As piscinas têm água aquecida à noite.

O conteúdo do Blog do Papito é gratuito. Se você está satisfeito(a) com o que é oferecido, ajude-nos fazendo a pesquisa e reserva do seu hotel através do quadro abaixo.

[há mais conteúdo após o quadro]

Booking.com

Primeiro Dia

Após chegada ao aeroporto, pegue o shuttle para a empresa de aluguel de carros.

Receba seu carro e dirija até o hotel. Leve de casa seu bebê conforto e GPS, pois algumas empresas cobram bem caro por esse itens.

Faca check-in no hotel e se acomode.

Pela manhã curta uma das três enormes piscinas: uma apenas para crianças, uma apenas para adultos onde não é permitido fazer barulho, e uma para a família inteira com toboágua, cachoeiras e vários níveis.

Almoce no próprio hotel. Uma boa opção é o Longhi's, que tem menu variado e preço acessível.

À tarde curta a tranquilidade da praia privada do hotel. O mar é fantástico para fazer snorkel, protegido com rede e arrecifes; e a praia é um cenário perfeito para fotos no fim da tarde.

Jante em algum dos restaurantes do Ko Olina Center (localização), um centro de compras a poucos metro do resort, com várias opções de lojas e restaurantes. O Monkey Pod Kitchen tem musica ao vivo diariamente no almoço e jantar.

Aproveite a primeira noite para fazer compras para refeições e lanches no Target (localização), Walmart (localização) ou Safe Way (localização). Todos ficam perto do resort.

Segundo Dia

Tire o dia para conhecer as praias do north shore, que têm um visual incrível, porém com ondas mais fortes:
- Waimea (localização);
- Shark´s Cove (localização);
- Banzai Pipeline (localização);
- Sunset (localização); e
- Turtle Bay (localização).

Almoce no delicioso Fumi's Kahuku Shrimp Truck (localização) ou no Kono's (localização), um pouco mais distante da estrada principal.

Visite o Polynesian Cultural Center (localização) para uma apresentação cultural local. Você pode optar por jantar lá também.

Caso contrário, jante no hotel preparando um delicioso churrasco em uma das churrasqueiras gratuitas distribuídas ao longo do resort.

Terceiro Dia

Nada como estar no Havaí e conhecer uma das praias mais famosas do mundo: a Waikiki (localização).

Caso chegue cedo e queira tomar um café da manhã por lá, não deixe de visitar o Bills Hawaii (localização) e prove o inesquecível scrambled egg deles.

Se estiver com crianças, não deixe de conhecer a Magic Island Lagoon (localização) ou a Duke Kahanamoku Lagoon (localização), que são lagoas calmas e rasas na beira do mar. Outra praia muito boa para as crianças é a da área chamada Kuhio Beach (localização).

A alguns metros de Waikiki está o Diamond Head Hiking (localização). Reserve umas duas horas no meio da tarde, quando está mais calmo (evite cedo pela manhã ou o pôr do sol, caso não queira filas) para fazer a trilha que leva até o topo e tenha uma visão memorável da ilha!

Apos a trilha, volte para Waikiki para presenciar a apresentação gratuita de Hula em Kuhio Beach. As apresentações acontecem todas as terças-feiras, quintas e sábados (localização), por volta de 18:00h.

Jante no Duke's Waikiki (localização), um tipico tiki bar, na orla de Waikiki, bem frequentado, que serve excelentes coquetéis e com uma decoração polinésia muito interessante; aproveite para provar um dos pratos típicos da região: Poi, Laulau, Kalua Pig, Poke, Lomi Salmon e Chicken Long Rice.

Quarto Dia

Após café da manhã, pegue o carro para explorar mais praias na parte leste da ilha.

Comece pela Kailua (localização) e depois vá para Lanikai (localização), que são perfeitas para quem gosta de mar mais calmo e raso.

Almoce no Kona Brewing Co. (localização) e prove as deliciosas cervejas havaianas. Não deixe de conhecer as cervejas sazonais!

De tarde vá conhecer as praias Hanauma (localização) e a Waimanalo (localização), mais próximas a Waikiki.

No fim da tarde, se for uma sexta-feira, não deixe de se encantar com os fogos de artifício em Waikiki (localização). O espetáculo começa por volta das 19:45h em frente ao Hilton Hawaiian Village.

Se quiser um jantar mais requintado nesse dia, tente o Merriman's Hawaii (localização) ou o Wolfgang's Steakhouse (localização).

Quinto Dia

Acorde cedo para mergulhar em um dos 6 melhores locais de mergulho em Oahu, mas antes de partir para o mergulho não deixe de ler as dicas de mergulho no Hawaii.

Se for escolher alguma escola de mergulho, tenha certeza que ela e credenciada a uma das associações mundias de mergulho, como a PADI.

De tarde aproveite para curtir as piscinas e praia do hotel.

Jante no próprio hotel apreciando a atração Fia Fia, um jantar polinésio onde você fará uma viagem à noite pelas ilhas do pacífico sul enquanto desfruta de um jantar havaiano tradicional e do Ko Olina Beach Luau, com um espetáculo extravagante, música polinésia e dança com faca de fogo. Essa apresentação ocorre todas as terças-feiras.

Outra opção é ir ao Paradise Cove (localização) para apreciar o mesmo tipo de espetáculo, ambos tem opções de all inclusive.

Sexto Dia

Dias de compras. Comece pelo Waikele Premium Outlets (localização), com varias opções de lojas e muitas promoções.

Caso goste de eletrônicos, depois do outlet vá a loja da Best Buy (localização) mais próxima.

Almoce numa das melhores hamburguerias do mundo: a Five Guys (localização), com menu simples, harburgueres e milk-shakes saborosos.

De tarde visite o Pearl Harbor Historic Sites Visitor Center (localização). O passeio mais popular e gratuito e você vai assistir a um filme de 25 minutos sobre o ataque japonês a Pearl Harbor e depois pegar um barco para visitar os destroços do USS Arizona.

É interessante ver o outro lado da história, depois de ter ido ao Hiroshima Peace Memorial Museum, em Hiroshima.

Estando naquela área, aproveite para visitar o centro de compras Ala Moana (localização).

Nessa noite ficam algumas sugestões de jantar na região do Ala Moana: Fresh Catch (localização) ou Goofy Cafe and Dine (localização); ou na região do International Marketplace (localização): Kona Grill Waikiki (localização), Flour and Barley (localização) ou Maui Brewing Co. (localização).

Sétimo Dia

No seu ultimo dia de Havaí, curta as piscinas e praia do hotel. Tenha certeza que será do que você mais vai sentir falta quando retornar para casa. A tranquilidade e comodidade de lá são excelentes!

Se curtir as estrelas, de noite faça o Stars Above Hawaii (localização), para observar o céu com guias e ferramentas.

Oitavo Dia

Dia de arrumar as malas para voltar para casa.

Apos o check out passe no guichê do Marriot Vacations para pegar seu voucher de desconto para as próximas férias em qualquer hotel da rede.

Trilha sugerida para seu iPod durante a viagem:



Faça uma boa viagem!



domingo, 28 de outubro de 2018

Dicas de Viagem: Sapporo

Viagem de 4 dias e 3 noites realizada entre os dias 17 e 20 de Janeiro de 2019, durante o inverno do hemisfério norte.


Sobre o Destino

Sapporo, capital da montanhosa ilha de Hokkaido, no norte do Japão, é famosa por sua cerveja, esqui e pelo festival anual de neve, com enormes esculturas de gelo.

O museu da cerveja Sapporo traça a história da cerveja com degustações e tem um beer garden.

Colinas de esqui e saltos usados nos jogos olímpicos de inverno de 1972 estão espalhados dentro dos limites da cidade, e Niseko, uma famosa estância de esqui, fica nas proximidades.

Quando ir? No início de Fevereiro acontece o Sapporo Snow Festival. Os preços de passagens e hotéis praticamente triplicam. Caso o festival não seja algo imperdível para você e sua família então evite essa época.
Fonte: Google Maps

Visto

Brasileiros precisam de um visto de turismo que vale por até 3 meses de estadia para visitar o Japão e custa algo como 97.00BRL para entrada simples. Se você não é brasileiro, verifique a necessidade de visto através dessa lista.

Como Chegar

Saindo de Nagoya, na região central do Japão, é possível pegar um voo pela AirAsia a partir de 129.00USD (ida e volta) com duração de 1h30min cada perna, incluindo refeições, escolha de assentos, taxa do cartão de crédito e franquia de 20kg de mala nos voos de ida e volta.

Faça rapidamente sua pesquisa e reserva de voos por aqui:

Onde Ficar

O hotel reservado foi o Royton Sapporo, pelo Booking. O hotel fica próximo à estação de metrô Nishi 11-Chome e ao Odori Park, onde ocorre o festival da neve. A diária inclui café da manhã e custa algo como 12,500JPY por noite por um quarto gigante com duas camas de solteiro e uma excelente vista para a cidade.

O hotel conta com um staff que fala bem inglês e que é realmente amigável. Os elevadores panorâmicos são uma diversão à parte para a criançada!
O conteúdo do blogdopapito é gratuito. Se você está satisfeito com o que é oferecido, ajude-nos fazendo a pesquisa e reserva do seu hotel através do quadro abaixo.
[há mais conteúdo após o quadro]

Booking.com

Aluguel de Carro

Não foi necessário alugar carro nessa viagem, mas se o estilo da sua viagem requer um carro, não deixe de procurar as ofertas do RentalCars, que busca os carros mais baratos em diversas locadoras, exibindo todos os resultados em uma única interface.

Primeiro Dia

Após a chegada ao aeroporto de Chitose, pegue um JR Rapid Airport sentido Sapporo e desça na Sapporo Station, levando 37 minutos ao custo de 1,070JPY. Essa passagem pode ser paga usando seu IC Card, como o Manaca.


Depois disso pegue um táxi da estação ao hotel, que deve custa algo como 750JPY e não leva mais que 10 minutos.

Você também pode pegar um transfer pelo valor de 1,030JPY por adulto ou 520JPY por criança até 12 anos. Dirija-se ao Chuo Bus Ticket Counter para comprar o ticket. O ônibus para no ponto #14 e a viagem até o Royton deve durar de 90 a 120 minutos.

Após acomodação não deixe de ir no Maruyama Park (localização) e no Hokkaido Shrine (localização).

Na mesma região e antes de anoitecer visite o Shiroi Koibito Park (localização), um complexo incrível que inclui uma fábrica de chocolates. A fábrica ocasionalmente pode estar fechada, portanto confirme com o seu hotel se essa atração esta aberta antes de ir.

Na noite da quinta a sugestão é visitar o Daruma Main Shop (localização), um restaurante criado em 1951 e muito conhecido entre os japoneses por ter um delicioso churrasco de cordeiro. Caso o o Main Shop esteja com fila grande, atravesse a rua e coma no mesmo restaurante da rede (Daruma 5.5), mas com uma fila menor e a espera dentro do restaurante (localização). As sugestões no cardápio aparecem com uma coroa laranja.

Segundo Dia

Caso queira ir à Niseko, considerada como uma das melhores estação de ski do mundo, prepare-se para um passeio de dia inteiro, começando às 8h e terminando às 20h.

Existem opções de trem e pacotes de ônibus:
  • Chuo Bus - ida e volta por 6,850JPY com lift ticket incluso de 8h para as montanhas em Niseko, saindo as 8h10 do Prince Hotel e chegando a Niseko Hirafu por volta das 11h. No retorno o ônibus sai de 17h09 de Hirafu e chega por volta das 20h no Prince Hotel;
  • Good Sports Hokkaido - ida e volta por 7,200JPY;
  • Hokkaido Access Network - ida e volta por 8,000JPY (passa no Royton Hotel).
Importante levar alguns equipamentos para Niseko, por causa das baixas temperaturas. Seguem algumas estações:
  • Hirafu - o mais popular e que atende a maior parte dos níveis de esqui e snowboard;
  • Hanazono - popular entre os australianos;
  • Annupuri - mais quieto e familiar.
Com a maior área dos 4 resorts, o Grand Hirafu oferece uma experiência de neve em pó inesquecível.


Uma ampla gama de instalações pode ser encontrada na base da montanha, incluindo hotéis, lojas de condomínios e restaurantes. As comodidades do Grand Hirafu permitirão que todos aproveitem suas férias de neve mais do que nunca. 

O aluguel de equipamentos básicos tanto de ski (skis/poles/bootscomo de snowboard (board/boots) custa a partir de 4,200JPY para 5 horas.

Caso esportes na neve não seja seu objetivo nesse dia, aproveite para passear pela cidade. Vá para a Nishi 11-Chome Station (a duas quadras do Royton) e pegue o metrô para Shinsapporo Station, sentido Shinsapporo - 21 min - 320JPY.

Na região da Shinsapporo Station você vai encontrar várias opções de diversão:

Pegando um táxi você pode visitar a belíssima Historical Village of Hokkaido (localização), um museu a céu aberto reunindo construções de toda a ilha num só lugar. Você vai se sentir no Japão do começo do século passado e tirar fotos incríveis. O lugar ainda oferece várias atrações para a criançada.
Depois de um dia de montanha (ou passeando pela cidade), pare no restaurante de rua Gotsubo (localização) para provar as super ostras frescas de Hokkaido, colhidas no Lake Saroma (localizacao). Ele fica aberto até 2h da manhã. Se você for sortudo pode achar uma das 5 cadeiras no interior do restaurante vazia e gastar seu japonês com o publico local sentado por lá. O único requisito é que para ficar lá dentro tem que consumir alguma bebida.

Terceiro Dia

Vá para o Sapporo Teine (localização). Os slopes são incríveis e incluem um Dinosaur Kids Park para a criançada brincar e os iniciantes praticarem.

Ônibus saem diariamente da Teine Station ao custo de 390JPY cada perna. Caso não queira depender dos horários dos ônibus, um táxi custa algo como 2,500JPY e leve algo como 20 minutos para chegar saindo da Teine Station.

Você também pode pegar o Big Run Bus Pack , que inclui ida e volta e acesso de dia inteiro à montanha por 6,500JPY.

O monte Teine chegou a ser conhecido mundialmente em 1972 como o primeiro local olímpico de inverno na Ásia realizado pela competição de esqui alpino. Nos últimos anos foram realizados os jogos asiáticos de inverno e as competições universitárias. É um dos melhores resorts de esqui pela qualidade da neve e pelo layout das descidas no Japão.
Outra opção é o Sapporo Kokusai Ski Resort. Ônibus saem diariamente a partir das 7h20 passando pelo Odori Park. O valor de cada perna é de 1,250JPY e leva um pouco mais de 1h para chegar à estação.

Uma alternativa mais barata para o Kokusai Ski Resort é pegar o Chuo Bus Package que custa 5,300JPY e inclui a viagem de ônibus ida e volta saindo de Sapporo mais o lift ticket.

Caso sua intenção de ir à montanha é apenas se divertir com as crianças então a escolha é o Takino Suzuran Hillside Park (localização), com preços mais acessíveis e mais voltado para a elas.

Existem outras opções de ski resorts próximos à Sapporo, incluindo o Sapporo Moiwayama Ski Area (localizacao), com uma excelente vista de cima da cidade de Sapporo, e o Bankei Ski Resort (localizacao), sendo ambos os ski resorts mais próximos da cidade.

Saindo da montanha um pouco mais cedo, reserve tempo para passar no Sapporo Beer Museum (localização) para conhecer a historia dessa fabrica e sua influencia na ilha. O tour gratuito dura algo como 20 minutos. As instalações no entorno da fábrica também são muito bonitas durante a noite! Um táxi de/para o hotel custa algo como 1,300JPY.
E depois de apreciar o museu vá jantar em um dos 5 restaurantes do Sapporo Beer Garden (localização) e se empanturrar com o lamb BBQ, oferecido a la carte ou na opção all you can eat por 2 horas. O Kessel Hall foi o escolhido pelo blog e sugerido pela própria administração do Beer Garden para grupos maiores, por causa de seu clima amistoso dos clientes e amplitude do salão.

Quarto Dia

Nesse dia pela manhã aproveite para caminhar pelo Odori Park (localização), que dependendo da época do ano estará se preparando ou recebendo o festival de inverno.

Nas redondezas do parque você vai encontrar a TV Tower (localização), o Former Hokkaido Government Office (localização) e a Clock Tower (localização).
Pare em um dos inúmeros cafés ao longo da avenida do Odori Park e relaxe um pouco ao som de bossa nova (japoneses adoram bossa nova!).

Check-out no hotel e táxi/trem do hotel para o aeroporto.

Querendo almoçar na região da Sapporo Station experimente o Tokachi Butadon Ippin Sapporo Kitajuujou (localização), que fica na Sapporo Stellar Place, um gigantesco shopping na própria estação.

Chegando ao aeroporto não deixe de visitar a Royce' Chocolate World, um mini complexo com fábrica de chocolate com vitrines, um café onde você pode provar doces feitos de chocolate fresco e torrar seus últimos ienes comprando deliciosíssimos chocolates.

Também no aeroporto você pode ainda se divertir com seus filhos no Doraemon Waku Waku Sky Park ou no Hello Kitty Happy Flight.

Faça uma boa viagem!

Receba roteiros incríveis do Blog do Papito



quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Dicas de Viagem: Hiroshima

Viagem de 3 dias e 2 noites realizada entre os dias 30 de Agosto e 1º de Setembro de 2018, durante o Verão no hemisfério norte.

Sobre o Destino

Hiroshima, uma cidade moderna na ilha japonesa de Honshu, foi amplamente destruída por uma bomba atômica durante a segunda guerra mundial. Hoje, o parque memorial da paz de Hiroshima relembra o evento de 1945. No parque estão as ruínas de Genbaku Dome, um dos poucos edifícios que ficaram de pé perto do marco zero. Outros locais proeminentes incluem o Shukkei-en, um jardim japonês formal e o castelo de Hiroshima, uma fortaleza cercada por um fosso e um parque.

Quando ir? Qualquer época do ano é boa para visitar Hiroshima!
Fonte: Google Maps

Visto

Brasileiros precisam de um visto de turismo que vale por até 3 meses de estadia para visitar o Japão e custa algo como 97.00BRL para entrada simples. Se você não é brasileiro, verifique a necessidade de visto através dessa lista.

Como Chegar

Você vai encontrar os voos mais baratos de qualquer lugar do mundo para o Japão através do site da Kiwi, um incrível mecanismo de busca de voos.

O trecho de Shinkansen foi escolhido pelo Central Japan Railroad Company, partindo da Nagoya Station pelo valor aproximado de 14,030.00JPY, só ida, com duração de aproximadamente 2 horas e 15 minutos, terminando na Hiroshima Station.

Uma dica super econômica para quem está viajando pelo Japão: o Japan Rail Pass é um passe que permite que você viaje em shinkansen e na maioria dos trens, metrôs e ônibus do grupo JR por um período determinado (a partir de 7 dias ou múltiplos) com um desconto que vale a pena.


Faça rapidamente sua pesquisa e reserva de voos por aqui:



Onde Ficar

O hotel escolhido para essa viagem foi o Century 21 Hiroshima, com quartos gigantescos, de frente para o rio Enko, staff super agradável e excelente custo x benefício. Reservado pelo Booking com diária saiu por algo como 12,200.00JPY por um quarto duplo.

Booking.com

Aluguel de Carro

Não foi necessário alugar carro nessa viagem, mas se o estilo da sua viagem requer um carro, não deixe de procurar as ofertas do RentalCars, que busca os carros mais baratos em diversas locadoras, exibindo todos os resultados em uma única interface.

Primeiro Dia

Como sugestão, pegar o trem Hikari 495 saindo da Nagoya Station às 7h37 e chegando à Hiroshima às 10h35.

Você levará uns 10 minutos de caminhada pela saída sul até chegar ao hotel.

Como o horário do check-in é mais tarde, deixe as malas no lobby e comece os passeios.

A sugestão é já começar visitando a
Itsukushima, popularmente conhecida como Miyajima, que é uma ilha na costa da Hiroshima mais conhecida por seu portão torii flutuante.

Saindo da Hiroshima Station, pegue a JR San-yo Line no sentido Iwakuni e desça na Miyajimaguchi Station (410.00JPY, aproximadamente 35min.).

Da Miyajimaguchi Station pegue a balsa JR para Miyajimacho (180.00JPY, aproximadamente 27min.).

Antes de começar a caminhada almoce no disputadíssimo Yakigaki No Hayashi (localização) ou no Kakiya, listado no catálogo Michelin em 2018 (localização). Não deixe de provar as ostras grelhadas na brasa: uma especialidade da região. Se quiser algo mais saboroso ainda tente a ostra gratinada!

Se animar um chopp geladinho, pare no Miyajima Brewery (localização) para relaxar e apreciar a vista do terraço da cervejaria.

Comece a visita pelo Itsukushima-jinja (localização), um santuário xintoísta dedicado às três filhas de Susano-o no Mikoto, deus xintoísta dos mares e tempestades, e irmão da deusa do sol Amaterasu (divindade tutelar da Casa Imperial). Como a própria ilha foi considerada sagrada, os plebeus não foram autorizados a pisar nela durante grande parte de sua história para manter sua pureza. Para permitir que os peregrinos se aproximem, o santuário foi construído como um píer sobre a água, de modo que parecia flutuar, separado da terra. O portão de entrada vermelho, ou torii, foi construído sobre a água pelo mesmo motivo. Os plebeus tiveram que conduzir seus barcos pelos torii antes de se aproximarem do santuário.

Depois siga para o Senjō-kaku (localização), aberto das 8h30 às 16h30, é o nome comum do Hokoku Shrine, um pavilhão de 1000 esteiras que remonta ao ano de 1587. Ao lado está um colorido pagode de cinco andares originalmente construído em 1407, anterior ao santuário em si. A entrada custa 100.00JPY .

O Daigan-ji (localização), aberto das 8h30 às 17h00, fica bem perto. 
Este templo esteve encarregado do reparo e construção do santuário de Itsukushima.
O fundador do templo não é conhecido, no entanto, o sacerdote Ryokai e o sacerdote Enkai são conhecidos por terem contribuído para a prosperidade do templo.

O Templo Daiganji é dedicado a Benzaiten, a deusa da eloqüência, música, sabedoria e riqueza, e é conhecido como um dos três mais famosos templos Benzaiten.

Se tiver gás, suba o monte Misen (opcional) para curtir a vista e visitar o Daishō-in (das 8h00 às 17h00, 500.00JPY) (localização), um complexo histórico de templos japoneses com muitos templos e estátuas no monte, que 
é a montanha sagrada na ilha de Itsukushima. É famoso pelas maple trees e suas cores de outono.

Você pode aproveitar a mare baixa para tirar fotos embaixo do torii flutuante, basta checar a tábua de marés.

No fim da tarde pare no Sarasvati (localização) para provar um delicioso cake set.


No retorno vá ate o porto Miyajimacho e pegue o JR ferry para Miyajimaguchi Station (22min, 180.00JPY).

Depois saindo da Miyajimaguchi Station, pegue o JR San-yo Line no sentido Shiraichi e desça na Hiroshima Station (410.00JPY, 28min).

Finalmente faça check-in no hotel.

Pegue um táxi e jante no Okonomi-mura building (localização), o táxi por menos de 1,000.00JPY. A sugestão é um restaurante no 3F (terceiro andar) chamado Suigun.

Segundo Dia

Após o café da manhã no hotel, vá ate a Hiroshima Station, pegue o JR San-yo Line no sentido Hiro e desça na Mukainada Station (190.00JPY, 6min.) para visitar o Mazda Museum (10h00-11h30, gratuito e tem que ser feito agendamento pelo site).

O museu é simplesmente fantástico, principalmente pelo fato de você poder acompanhar a linha de produção dos carros, com muita coisa automatizada, incluindo as estantes que trazem os kits de componentes para os diferentes carros que estão na linha.

Após a visita, vá até a Mukainada Station, pegue o JR San-yo Line no sentido Ono-Ura e desça na Shin-Hakushima Station (12min.). Ainda na Shin-Hakushima Station, pegue a Astram Line no sentido Hondori e desça na Hondori Station (380.00JPY, 3min.).

Almoce num dos melhores restaurantes de Hiroshima: o Okonomiyaki Nagata-ya (localização).

De lá, a uma distancia à pé você poderá visitar o Atomic Bomb Hypocenter (localização), onde de uma altura de 600m acima do nível do solo a Little Boy foi detonada em 6 de Agosto de 1945.

Em seguida visite o Atomic Bomb Dome (localização), um prédio que ficou como memoria da explosão da bomba atômica e que antes servia como centro de convenções de Hiroshima.

Dentro do Peace Memorial Park (localização) e possível visitar o Children´s Peace Monument (localização), um monumento a uma das crianças afetadas pela bomba que na época tinha 2 anos, e depois morreu aos 10 anos com leucemia, e pediu aos seus amigos para construir esse memorial em sua lembrança e de todas as crianças os que morreram ou sofreram com a bomba.

Ao fundo do parque você vai encontrar o Hiroshima Peace Memorial Museum (8h30-19h00, 200.00JPY) (localização). Um museu que guarda vários artefatos da época e conta a historia da bomba e suas consequências na cidade. Lembre-se de levar um lenço.

Jante no Tokuchan Izakaya, um pub bem japonês e que fica próximo do hotel.

Terceiro Dia


Após o café da manhã, faça check-out no hotel e deixe suas malas no serviço de guarda de bagagens do próprio hotel.


Caminhe até o Shukkei-en (9h00-18h00, 260.00JPY) (localização) e aproveite para relaxar em meio a um verdadeiro jardim japonês.

A alguns metros do jardim você pode subir as escadas para conhecer o Hiroshima Castle (9h00-17h30 - 370.00JPY) (localização).

Volte ao hotel, pegue as malas e pegue o shinkansen Sakura S544 saindo de Hiroshima às 10h54 e chegando a Osaka às 12h24.

Faça uma boa viagem!

Receba roteiros incríveis do Blog do Papito