Dicas de Viagem: Kansas City e Redondezas

Esse post e um compilado de viagens realizadas entre 2011 e 2015, durante todas as estacoes no hemisfério norte.
A maioria das passagens foi comprada pela United Airlines. Mas existe a opção de ir pela Delta.
O destino final é o Kansas City Internacional Airport (MCI). Na conexão será necessário pegar um ônibus/trem transferindo do terminal internacional para o terminal de voos domésticos.
Antes disso, ainda na imigração, ficar atento para tirar os sapatos e o laptop da pasta, caso tenha um. Isso é um procedimento em todos os aeroportos dos Estados Unidos.
O aeroporto de Newark, que fica no estado de New Jersey, fica do ladinho de Manhattan. Se você tiver coragem e nada nas mãos você pode tentar, dependendo do seu tempo em terra, pegar um trem/metrô para ir até New York e dar uma voltinha por lá.
Caso não tenha coragem, um Starbucks é uma boa opção para tomar um cafezinho.

Chegando em Kansas City, as malas devem ser pegas em amigáveis esteiras.
Depois de pegar as malas, caso tenha alugado um carro, você deve ir até uma parada de ônibus gratuito para a área de locadoras de carros. O ônibus não demora a passar e os funcionários são muito simpáticos. Além de uma gravação dar informações básicas sobre o translado.

A área de locadoras de carros é grande, contando com locadoras como a Avis, Hertz, entre outras.
Não esqueça de fazer inspeção visual no carro inteiro, inclusive vidros e porta-malas. Para dirigir nos Estados Unidos é necessário ter uma carteira de habilitação válida por, no mínimo, seis meses. Existe um documento chamado Permissão Internacional para Dirigir (PID), que a maioria dos departamentos de trânsito dos estados brasileiros emitem. A taxa varia de estado para estado (em São Paulo custa em torno de R$ 200,00 e em Pernambuco custa em torno de R$ 50,00). Nenhum teste é necessário fazer.

O hotel escolhido na viagem foi o La Quinta Inn, em Olathe, KS. O La Quinta é um hotel muito agradável, com academia, piscina aquecida, café-da-manhã, wi-fi, USA Today disponível diariamente, condicionador de ar e frigobar nos quartos, tábua e ferro de passar disponível também no quarto, e um ambiente office com computadores e impressoras. Fica ao lado do shopping Great Mall e de vários restaurantes, como Applebee's, 54th Street Grill, Wendy's, Burger King e Taco Bell.
O endereço do hotel é 20570 West 151st Street.
Saída do Brasil na terça à noite e chegada à Kansas City na quarta pela manhã.


No primeiro dia, acomodação no confortável La Quinta Inn. Em seguida, você já pode sair para almoçar e ter uma experiência bem americana, comendo barbecue no 1o Oklahoma Joe's BBQ, um típico e famoso restaurante com imensos hambúrgueres recheados com carne, bacon, queijo e muito mais. Não deixe de pedir a batata frita de lá, o saco é imenso e uma pessoa não dá conta.

Após encher a barriga e a consciência, pegue o carro e vá fazer compras no Oak Park Mall, um shopping cheio de lojas com diversas marcas, localizado na cidade vizinha chamada Overland Park. Lá você vai encontrar lojas de departamento, como Dillard's, JCPenney e Macy's, assim como lojas de marcas próprias, como Abercrombie & Fitch, Banana Republic, Hollister Co. e Lacoste.

Sugiro o jantar num restaurante indiano próximo ao shopping chamado Korma Sutra. O lema do restaurante é: "cozinha sensual da Índia". O dono é um senhor muito carismático, que fica atendendo as mesas e gritando alegremente quando algum prato sai num inglês que pouca gente entende. Se você nunca esteve num restaurante indiano, fale com ele e peça que ele sugira os pratos. Não esqueça de dizer que você não gosta de comidas apimentadas, se for o caso. A sopa de coco é uma delícia!
Na sequência, após um jantar divertido e saboroso, sugiro pegar a estrada e ir ao Arrowhead Stadium para assistir a um jogo do Chiefs. Esse estádio é conhecido como um dos mais barulhentos da liga de futebol americano NFL. O clima dentro é fantástico e a infra-estrutura oferecida também é sensacional. Tente chegar antes do início da partida, para que você possa acompanhar a movimentação dos torcedores ao redor do estádio, fazendo churrasco em suas mega-caminhonetes, e para não perder as eventuais exibições aéreas e a pomposa execução do hino norte-americano.


Depois do jogo, que normalmente dura em torno de 3 horas, volte para o hotel e vá descansar.
Se quiser relaxar, pegue uma piscininha aquecida enquanto fica assistindo aos melhores momentos do jogo pela tv.

No segundo dia acorde cedo para curtir o Frisco Lake Park, que fica próximo ao hotel. Lá você poderá fazer um jogging num cenário natural e exuberante, com um laguinho no centro do parque.
Antes disso, claro, coma um delicioso waffle no hotel. Fique atento ao operar a máquina que prepara o waffle: assim que você coloca a massa, você deve fechar e girar o dispositivo.

Próximo ao hotel, existe um centro de compras com um Target e um Home Depot. São lugares excelentes para comprar coisas para o dia-a-dia. Ao lado dessas lojas, tem um restaurante mexicano chamado Chipotle. Coma uma dos deliciosos pratos mexicanos e não deixe de aproveitar a varandinha do lado de fora do restaurante para comer, principalmente se o dia estiver com o céu azul.
Após o almoço, parta para o Country Club Plaza, um elegante complexo de lojas e restaurantes. Mesmo que você não vá comprar nada, não deixe de entrar nas lojas e perceber os produtos, o cheiro, as cores e o atendimento. Você vai se surpreender!
A partir da quinta-feira, vários restaurantes têm shows de jazz começando às 18h00.
O Country Plaza é um bom lugar para matar o resto da noite e limpar os olhos.



Chegando ao terceiro dia e muita coisa ainda para fazer.
Ao invés de tomar café da manhã no hotel, hoje corra para o Wendy's, que fica logo ao lado, e vá provar um prato à base de ovos com bacon e feijões doces. É delicioso, mas mega gordo!!!
Terminado o café-da-manhã, pegue o carro e puxe para Kansas City para visitar a tão sonhada fábrica da Harley Davidson. Atente que as visitas só podem ser feitas de segunda à sexta, portanto, o terceiro dia seria o último, caso queira fazer trocas de programação.
Chegando lá você vai poder conhecer todo o ciclo produtivo dessas máquinas que encantam todos. Vários modelos podem ser vistos. No final, como todo bom empreendimento americano, você é direcionado para a loja da marca e vai poder comprar desde pins até jaquetas.

Estando naquela região, sugiro que vá almoçar e fazer compras no Legend's, um shopping center só com outlets. Um sonho para brasileiros que adoram fazer compras nos Estados Unidos.
O almoço pode ser feito no Jazz, com música agradável e pratos deliciosos. O restaurante fica nas redondezas do Legend's.
Outra opção e almoçar no Yard House e saborear umas da suas inúmeras cervejas.
Chegando ao shopping, sugiro prestar atenção nas promoções dentro das próprias lojas. E pode pedir descontos, que se for possível, os americanos vão dar.
As lojas mais frequentadas são: Ralph Lauren, Nike, Adidas, Tommy e Banana Republic.
Por ser um pouco longe do hotel, tente fechar todas as compras nesse dia. Não deixe para depois.
Terminadas as compras, puxe para o coração de Kansas City e chegue até o Power and Light District, costumo dizer que é um shopping de bares e baladas. O estacionamento pode ser feito nos prédios vizinhos, a preços módicos.
Jante no Flying Saucers, um restaurante que fica na esquina do quarteirão, com vários pratos na parede contendo frases sem sentido.
Dentro do District, existe um palco enorme rodeado por vários outros restaurantes e bares. Nos fins de semana várias bandas se apresentam gratuitamente nesse palco. Também ao redor existem quiosques vendendo cerveja na torneira (eles não chama chopp).
Todos os bares têm suas particularidades, seu público e sua música, mas chamo atenção para o PBR Big Sky, um bar com tema country, que no meio dele tem um touro mecânico e qualquer um pode participar. É possível acessar o vizinho Angels Rock Bar através de uma porta de comunicação. O Rock Bar tem outro astral que o country, mas é diversão garantida também com as garçonetes dançando a noite toda em cima do balcão. Uma das coisas mais legais do PBR é que de vez em quando todo mundo começa a cantar em uníssono algumas das músicas tocadas. A Friends in Low Places, do Garth Brooks, é uma delas.
Uma outra opção, com um público mais vip, é o Mosaic. Com camarotes ao redor do salão principal e belas garçonetes trazendo espumantes com toda a parafernália de pólvora que se tem direito.
Chegando o quarto dia, aproveite para relaxar jogando uma partida de golf com 9 buracos no Maple Creek Golf. O campo é de nível fácil a médio, com o preço do green em torno de US 16.00.
Se você precisar, eles podem emprestar um saco com tacos sem custo adicional. Se quiser alugar um carrinho, fica por US 6.00.


Após a partida, um pouco mais adiante na estrada que leva ao campo de golf, é possível chegar num famoso restaurante chamado Stroud's. Os pratos lá são gigantescos e a especialidade da casa é o fried chicken.
Preparado para uma nova experiência esportiva americana? Ao lado do Arrowhead existe um outro estádio chamado Kauffman Stadium. Lá é a casa dos Royals. Não são tão fortes e populares como os Chiefs, mas assistir a um jogo deles é bem emocionante, principalmente quando o time da casa faz um home run.
Do mesmo jeito que o futebol americano, um jogo de baseball pode levar horas. Se você quiser sair antes do final na partida (no início do nono inning, por exemplo) é até melhor que você não pega o trânsito do final da partida.
Sábado não tem jeito, é dia de sair para dar uma olhada no movimento mesmo. Então depois da partida, volte para o hotel para deixar as compras e trocar de roupa.
Na sequência pegue o carro e se dirija novamente para Kansas City, dessa vez para a área de Westport.
Chegando lá, sugiro você jantar num restaurante numa das esquinas mais agitadas da região. O restaurante se chama McCoy's e o melhor de lá é comer na varandinha do lado de fora. A partir das 17h eles modificam o cardápio para adequação das opções do jantar. Procure pela garçonete Kasey, uma simpática americana que parece demais com a Kate Hudson.
Após o jantar, atravesse a rua e vá no Kelly's, um pub irlandês com um clima muito legal. Primeiro porque o pessoal que frequenta é na faixa acima dos 30; segundo porque o som de lá é muito bom (tanto o dj quanto as bandas que se apresentam); terceiro porque você é bem atendido por um dos donos. Esse é para matar a noite!
Chegando quase no fim da viagem, aproveite o último dia para se divertir como uma criança!!! Kansas City tem um dos melhores parques de diversão dos Estados Unidos: o World of Fun. Se tiver um dia bonito e quente, você poderá também se divertir no vizinho Ocean of Fun.
O almoço pode ser feito em qualquer um dos restaurantes do parque. Tente ir nos brinquedos que giram mais antes do almoço. Vai ser melhor para você e pra toda a turma que fica nas filas esperando.
Não deixe de ir na montanha russa! Você vai gelar de emoção.
Depois de um dia bem agitado e rindo mais que criança em circo, vá jantar num dos restaurantes mais elegantes da região: o J. Alexander's. Com um ambiente requintado, música baixinha ao fundo e iluminação apenas nas mesas, deixando o resto do restaurante na total escuridão, você não deve deixar de pedir uma das especialidades da casa: o sirloin.
Caso queira sair da linha americana de refeições, você pode visitar o aconchegante Café Provence, que foi recomendado pelos chefs do renomado Bluestem, e que fica na cidade de Prairie Village. Nas terças, eles servem um menu fixo com preço fixo, com duas entradas, prato principal e sobremesa.
Hora de voltar para o hotel e preparar as malas.
No último dia, após tomar café da manhã no hotel aproveite para fazer últimas comprinhas em lojas próximas ao hotel.

Ou vá para o Legend's, que fica próximo ao aeroporto. Nos arredores do Lengend's, também é possível visitar o Kansas Speedway, uma pista de corrida de carros.

Ou vá em Leawood visitar uma AppleStore, a mais próxima na região, para se vislumbrar com as maravilhas do legado de Steve Jobs. Estando nesse mall da Apple Store, aproveite para almoçar o Sullivan's Steak House e aproveitar a boa música ao vivo na varanda.

Como tem sido comum, no fim dos posts eu coloco links para dicas da região.
Aqui eu deixo o Guia de Eventos de Kansas City, que contem de tudo de entretenimento na região, organizado pelo tipo e por data: VisitKC.

Uma boa viagem!

Receba roteiros incríveis do Blog do Papito



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dicas de Viagem: Okinawa

Dicas de Viagem: Nagoya